Embaixador do Japão, Masami Kinefuchi (esquerda) e Chefe de Estado timorense, Francisco Guterres ‘Lú Olo’. Imagem/Egas Cristovão.

DÍLI, 07 de abril de 2020 (TATOLI) – O Chefe de Estado, Francisco Guterres ‘Lú Olo’ agradeceu ao Governo nipónico a cooperação entre Timor-Leste e o Japão, que se tem vindo a fortalecer desde que os dois países assinaram, em 2002, o acordo de cooperação.

“O Presidente da República felicitou o atual Embaixador do Japão, Masami Kinefuchi. O Chefe de Estado mostrou esperança de que o novo diplomata mantenha a missão anterior do antigo embaixador, fortalecendo, desta forma, a cooperação bilateral”, disse o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Dionísio Babo Soares, em declarações aos jornalistas, à margem da cerimónia da entrega das cartas credenciais do Embaixador nipónico ao Presidente da República, esta terça-feira, em Aitarak Laran.

Dionísio Babo referiu ainda que o diplomata agradeceu também ao Chefe de Estado o facto de ter recebido as cartas credenciais, apesar do estado de emergência.

O governante lembrou, de igual modo, que o Governo nipónico tem apoiado o seu homólogo timorense desde a Restauração da Independência, a 20 de maio de 2002.

“Realizou-se, em 1999, em Tóquio, no Japão, uma reunião entre parceiros de desenvolvimento de Timor-Leste. Os apoios que o Executivo nipónico nos tem concedido recaem sobre inúmeros setores, nomeadamente o da educação, agricultura, infraestruturas, desenvolvimento rural, saneamento básico e água potável. Apoia também a capacitação de recursos humanos e as zonas costeiras”, recordou.

Dionísio Babo recordou igualmente que o Governo nipónico apoiou a construção do edifício da Faculdade de Engenharia da UNTL em Hera e as pontes de Comoro e pretende requalificar o Aeroporto Internacional Nicolau Lobato. Estes apoios visam contribuir para o processo de adesão de Timor-Leste à Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) e da Organização Mundial do Comércio (OMC).

“No âmbito da cooperação bilateral, Timor-Leste tem apoiado o Japão na Comissão das Nações Unidas para o Direito Comercial Internacional (CNUDCI), Comité de Direitos Humanos, Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, Tribunal Internacional de Justiça, na Assembleia Geral da ONU em 2018 e na Organização Marítima Internacional (OMI)”, salientou.

O governante acrescentou que, a pedido do Estado timorense, o Japão apoiará Timor-Leste, através do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF, em inglês), com cerca de um milhão de dólares americanos para combater o novo coronavírus no país.

Jornalista       : Cipriano Colo

Editor             : Câncio Ximenes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here