DÍLI, 03 de agosto de 2020 (TATOLI) – O Diretor-Geral do Secretário de Estado da Formação Profissional e Emprego (SEFOPE), Paulo Alves, disse hoje que o Governo propõe alocar uma verba de 149 mil dólares americanos à companhia aérea Citilink que efetuará, na próxima quarta-feira, o voo de repatriamento de trabalhadores timorenses que residem na Coreia do Sul.

“O orçamento para fretar um voo de repatriamento é de 149 mil dólares americanos.  O voo transportará os trabalhadores timorenses que residem na Coreia do Sul. Esta foi a proposta inicial do SEFOPE antes mesmo da nova nomeação do novo Governo liderado pelo Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak. Este orçamento visa apenas fretar o avião da companhia aérea Citilink,” disse Paulo Alves, em declarações, numa conferência de imprensa, no edifício do MNEC, na Praia dos Coqueiros, em Díli.

O dirigente salientou ainda que 114 trabalhadores timorenses regressarão a Timor-Leste, no dia 05 de agosto por volta das 14 horas. Neles, se inclui a trasladação de dois corpos provenientes do Município do Suai, do Posto Administrativo de Zumalai.

“Em relação aos cidadãos timorenses que não querem regressar a Timor–Leste, o Governo timorense, através da SEFOPE, coordenar-se-á com o adido timorense na Coreia do Sul para tomar em atenção o assunto. Trabalhámos juntos com os serviços de imigração sul-coreana para proceder à detenção das pessoas no sentido de  não prejudicar a cooperação entre Timor-Leste e a Coreia do Sul no futuro “, salientou.

Também o Diretor da Ásia Ocidental Central Sul e Extremo Oriente, Joaquim Chaves, disse hoje que, além dos trabalhadores timorenses que residem na Coreia do Sul, virão  também no voo fretado pela companhia aérea indonésia alguns estudantes oriundos da Indonésia, Tailândia, Portugal e dos Estados Unidos da América, incluindo vários pacientes já recuperados.

“Dos passageiros que viajarão nesse voo constam 114 trabalhadores timorenses que residem na Coreia do Sul e que viram os seus passaportes caducados. Além desses, mais dez formandos do SEFOPE em Bali, outros dez estudantes vindos de vários países, cinco dos Estados Unidos da América, três da Tailândia, uma da Indonésia e outra de Portugal. Finalmente, 27 pacientes encontram-se em Bali”, disse.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here