PFMO disponibiliza equipamentos eletrónicos a PCIC. Imagem/PFMO.

DÍLI, 18 de setembro de 2020 (TATOLI) – Os embaixadores da União Europeia em Timor-Leste, Andrew Jacobs, e de Portugal, José Pedro Machado Vieira, procederam hoje à entrega de cinco computadores portáteis de um lote de seis à Polícia Científica de Investigação Criminal (PCIC).

O Diretor Nacional da PCIC, Vicente Fernandes e Brito, disse que o apoio do PFMO, a Parceria para a Melhoria da Prestação de Serviços através da Gestão e Supervisão das Finanças Públicas reforçada em Timor-Leste, visa dotar a PCIC de condições essenciais para uma prestação mais eficaz do serviço público.

Segundo o comunicado, o auxílio incide sobretudo no reforço da capacitação da PCIC bem como na aquisição de competências por parte dos investigadores, nomeadamente nas áreas da informação e cooperação da policial internacional, do Laboratório da PCIC e ainda da investigação da criminalidade económica e financeira, crime informático e branqueamento de capitais.

“A PCIC é um parceiro fundamental do PFMO. A sua orgânica e as suas competências genéricas de investigação da criminalidade complexa, organizada e transnacional, bem como a sua criação como órgão de polícia criminal de coadjuvação do Ministério Público no exercício da ação penal, consagram esta instituição como a polícia judiciária de Timor-Leste”, refere o documento.

Já o Embaixador da União Europeia, Andrew Jacobs, disse que o fornecimento dos equipamentos eletrónicos à PCIC visa apetrechar o laboratório da Polícia Científica com novo material nas áreas da recolha de provas de acervos modernos e na obtenção de evidências.

“A Polícia Científica é um parceiro chave da Gestão e Supervisão das Finanças Públicas (do PFMO) para o sucesso da implementação dos programas que a União Europeia tem apoiado, no âmbito do combate ao crime económico, financeiro e crime organizado em Timor-Leste”, afirmou.

Também o diplomata português, José Pedro Machado Vieira, recordou que, desde a criação da PCIC, em 2014, existe uma cooperação estreita entre esta instituição e Portugal através da Polícia Judiciária ao abrigo do protocolo de cooperação entre os Ministérios da Justiça de Portugal e Timor-Leste.

“Para permitir a frequência da formação complementar administrada pelo Instituto da Polícia Judiciária, quer por outros parceiros, o PFMO entrega hoje cinco computadores portáteis à PCIC”, referiu.

TATOLI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here