MTCI lança certificado digital para atividades de importação e exportação.

DÍLI, 24 de setembro de 2020 (TATOLI) – A Direção Nacional do Comércio Externo do Ministério do Turismo, Comércio e indústria (MTCI) procedeu ao lançamento do certificado digital (e-certificate) que pretende auxiliar os empresários nas diferentes atividades de negócio, com especial relevo para a importação e exportação.

O Ministro do Turismo, Comércio e Indústria, José Lucas do Carmo, disse que o novo certificado original dotado de um sistema eletrónico que contou com o apoio do Governo chinês constitui uma medida fundamental para agilizar o trabalho dos empresários, pelo que José Lucas aproveitou a ocasião para elogiar a colaboração do Executivo chinês.

“Este sistema digital agora lançado vai permitir que os empresários possam efetuar operações de negócios, possibilitando-lhes competir tanto no mercado regional como no mercado internacional”, disse o Ministro José Lucas, durante a cerimónia de lançamento, no edifício do MTCI, Mandarin, esta quinta-feira.

O governante afirmou ainda que o seu ministério tem como propósitos, com a criação do certificado digital, aprimorar e agilizar o serviço de atendimento ao público de forma a torná-lo mais transparente.

Segundo o Ministro do MTCI, esta plataforma digital vai permitir reforçar o sistema de interação dos dados em termos de negócio a nível regional e internacional.

“O lançamento do certificado digital constitui uma medida estratégica com vista a fazer crescer a competitividade dos nossos empresários no setor da importação e exportação, quer a nível regional quer internacional. A medida visa alavancar este setor em Timor-Leste, adotando práticas de negócio com inovação e, ao mesmo tempo,  incentivando os empresários a competir de igual para igual  com os seus congéneres internacionais”, afirmou.

José Lucas acrescentou que o lançamento da plataforma em causa está alinhado com as diretrizes do programa digital.

Já o Embaixador chinês em Timor-Leste, Xiao Jiagou, considerou a cooperação entre Timor-Leste e a China bastante profícua.

“Enquanto representante da nação chinesa em Timor-Leste, quero agradecer ­­­­­a este ministério e a todas as pessoas que deram o seu contributo para pôr em marcha este programa”, disse o diplomata chinês.

Também o diretor da empresa ACELDA, Higino da Costa, manifestou o seu agrado por esta iniciativa que agilizará o setor da exportação.

“Com a aquisição deste novo certificado eletrónico, os empresários terão a vida mais facilitada para realizarem as atividades de importação e exportação”, afirmou o Gerente da companhia.

Jornalista: Natalino da Costa

Editora: Júlia Chatarina

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here