Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MNEC), Adaljiza Magno. Imagem/Egas Cristovão.

DÍLI, 12 de outubro de 2020 (TATOLI) – A Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Adaljiza Magno, pediu aos estudantes timorenses no estrangeiro, em particular aqueles que residem na Indonésia, que se mantenham nos locais, dado que o Estado indonésio decidiu permitir uma extensão para permanência no país.

“A Indonésia tornou flexível o visto, nomeadamente em relação ao cartão de fixação de permanência limitada na Indonésia. Por isso, os jovens estudantes timorenses devem permanecer na Indonésia, fazendo uso deste cartão”, disse hoje a Ministra Adaljiza Magno, na sessão de discussão sobre o impacto da covid-19 em Timor-Leste.

Deste modo, a ministra insistiu que, embora os estudantes tenham visto o seu cartão caducado, o sistema adotado pelo Governo indonésio lhes vai permitir manterem-se por lá por muito mais tempo.

A diplomata revelou, entretanto, que o Estado timorense continua a cimentar a cooperação bilateral entre diversas nações para levar por diante os objetivos comuns.

“Considero que todas as nações devem continuar a fortalecer a cooperação bilateral devido à pandemia da covid-19”, referiu.

A governante lembrou ainda que alguns cidadãos timorenses a residirem no estrangeiro manifestaram o seu desejo de regressarem a Timor Leste, pelo que  o Estado encetou várias cooperações de modo a facilitar a sua vinda.

” O MNEC recebeu já a proposta dos estudantes timorenses no estrangeiro. Esta foi enviada pelo Ministério da Educação e Ensino Superior. Entretanto, o MNEC está a tratar de alguns processos relacionados com a situação destes estudantes, com base na legislação em vigor”, concluiu.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here