Gaspar Afonso, Diretor- Executivo da Asosiasaun Halibur Defisiénsia Matan de Timor-Leste (AHDMTL).

DÍLI, 19 de outubro de 2020 (TATOLI) –– Gaspar Afonso, Diretor-Executivo da Asosiasaun Halibur Defisiénsia Matan de Timor-Leste (AHDMTL), uma associação que defende os direitos das pessoas timorenses portadoras de deficiência visual, disse que a organização regista atualmente 38.118 pessoas com problemas visuais em todo o território, 14.828 das quais com perda total de visão.

Segundo Gaspar Afonso, nem todas as pessoas com problemas de visão têm a mesma perda de capacidade visual, já que alguns têm origem congénita e outros adquirida.

“Existem vários graus de incapacidade visual. Há pessoas que acabam por recuperar durante o tratamento, mas outros não. Há casos em que nós já não podemos curar”, disse o diretor, à Tatoli, em Díli.

Gaspar Afonso referiu ainda que o Centro Nacional de Visão encaminhou para a AHDM pessoas cegas para que lhes sejam dadas ferramentas úteis de modo a adquirirem competências e capacidades de mobilidade, encorajando-as a terem uma vida normal como qualquer pessoa.

“O nosso lema é que, enquanto respiramos, demos um passo em frente para enfrentar os vários obstáculos que nos surgem pela frente. Não significa isto que as pessoas que estão privadas da visão enfrentam dificuldades, pois os que têm uma boa visão encaram também vários desafios. Não podemos, por isso, ficar assustados e ter medo da vida”, apelou.

O diretor acrescentou que a AHDM está, neste momento, a promover uma formação destinada a 56 pessoas portadoras de deficiência visual para aprenderem Braille.

“Trabalhamos juntamente com a Direção do Ensino Recorrente do Ministério da Educação para enviar essas pessoas para o ensino primário e pré-secundário. O ministério prometeu que, no próximo ano, terá acesso ao secundário”, concluiu.

Notícia relevante: Gaspar Afonso orgulhoso dos 18 anos de independência, mas preocupado com inclusão

Jornalista: Felicidade Ximenes

Editor: Agapito dos Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here