Ministro da Presidéncia do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhâes. Imagem Tatoli/Egas Cristovão.

DÍLI, 21 de outubro de 2020 (TATOLI) – O Governo aprovou ontem o projeto contra a violência baseada no género, intitulado “Prevenir e dar Resposta à Violência Baseada no Género em Timor-Leste”.

O projeto foi apresentado pela Secretária de Estado para a Igualdade e Inclusão, Maria José da Fonseca Monteiro de Jesus.

“Este projeto tem como objetivo contribuir para prevenir a violência baseada no género e disponibilizar recursos suficientes no sentido de ser implementado e monitorizado”, disse Fidélis Magalhães, no Palácio do Governo.

O governante referiu ainda que o projeto agora aprovado visa adotar políticas sobre violência baseada no género em locais públicos, com especial relevo para as mulheres em situação de maior vulnerabilidade e as que residem em áreas de maior risco de desastres naturais.

O projeto, com a duração de quatro anos e um financiamento de 7,7 milhões de dólares americanos, será levado a cabo pela ONU Mulheres em Timor-Leste UN, em parceria com a Secretaria de Estado para a Igualdade e Inclusão, Agências das Nações Unidas, ministérios e instituições públicas relevantes bem como com organizações da sociedade civil.

O projeto em causa vai permitir, por outro lado, reforçar a implementação dos planos multissetoriais desenvolvidos e liderados pelo Executivo.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here