Timor-Leste participa no Prémio Princesa Maha Chakri por videoconferência.

DÍLI, 22 de outubro de 2020 (TATOLI) – A Embaixada da Tailândia em Díli em colaboração com a Fundação do Prémio Princesa Maha Chakri (PMCA, em inglês) levam a cabo a terceira edição do Prémio Princesa Maha Chakri, realizada por videoconferência, entre os dias 22 e 23 de outubro deste ano.

A abertura do evento foi presidida pela Princesa Maha Chakri Sirindhorn em Banguecoque, na Tailândia.

Os galardoados com este prémio são oriundos de vários países do Sudeste Asiático, incluindo Timor-Leste, que puderam partilhar as suas experiências e métodos de ensino bem-sucedidos para inspirarem os seus alunos nos seus respetivos países.

O Prémio Princesa Maha Chakri é atribuído a cada dois anos aos professores provenientes dos países que integram o Sudeste Asiático e deram o seu contributo para permitir mudanças na vida dos estudantes, sobretudo os grupos mais carenciados.

Recorde-se que Timor-Leste recebeu, em 2015, o prémio Princesa Maha Chakri, atribuído ao professor Júlio Ximenes e, em 2017, ao docente Leopoldino Guterres bem como à professora Lurdes Rangel Gonçalves em 2019.

A Princesa Maha Chakri Sirindhorn começou a trabalhar na área de desenvolvimento educacional desde 1980 na Tailândia e em outros países. Desde 2014, a princesa iniciou os seus projetos colaborativos de Desenvolvimento Infantil e Juvenil em quatro escolas de Timor-Leste – Escola Básica de Acanuno e as escolas básicas Central de Hera, de Fatuquero e da Dona Ana Lemos, em Gleno.

TATOLI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here