Universidade Nacional Timor Lorosa´e (UNTL). Imagem/Wikipedia.

DÍLI, 15 de janeiro de 2021 (TATOLI)- O Pró-Reitor dos Assuntos Académicos da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL), Miguel Maia, revelou que a instituição universitária recebeu uma carta do Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura (MESCC) a informar do adiamento da cerimónia de graduação.

Pró-Reitor dos Assuntos Académicos da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL), Miguel Maia.

“Recebemos, esta semana, uma carta circular a informar de que foi adiada a realização da cerimónia de graduação inicialmente prevista para o período entre os dias 12 e 15 de janeiro”, disse hoje Miguel Maia à Tatoli.

O mesmo documento, segundo o pró-reitor, faz referência ao artigo n.º 28 do diploma do Conselho de Ministros, no qual se afirma que, embora seja admitida a realização de  atividades letivas e não letivas, outras não poderão ter lugar, como é o caso das cerimónias de graduação. O Pró-Reitor explicou que este impedimento visa evitar o ajuntamento com mais de dez pessoas.

“Segundo a circular, são mantidas as atividades letivas e não letivas, exceto alguns eventos que implicam a concentração de muitas pessoas. É o caso da cerimónia de graduação,” referiu.

Miguel Maia afirmou de igual modo que a instituição universitária respeita a decisão do Governo, na medida em que a UNTL é tutelada pelo MESCC.

O pró-reitor acrescentou, por último, que a UNTL pretende aguardar que termine o nono período do estado de emergência para então agendar uma nova data em definitivo.

Recorde-se que estava previsto que 633 estudantes finalistas da instituição seriam graduados em meados deste mês.

Notícia relevante:Mais de 600 finalistas da UNTL serão graduados

Jornalista : Nelia Fernandes

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here