DÍLI, 03 de janeiro de 2021 (TATOLI) – A equipa técnica responsável pela preparação da chegada da vacina AstraZeneca a Timor-Leste discutiu a questão das fontes de financiamento para a aquisição da respetiva vacina, além dos 20% que o país irá obter por intermédio da Covax Facility, iniciativa liderada pela Organização Mundial de Saúde.

A Ministra da Saúde, Odete Belo, disse que, relativamente aos 80% destinados à aquisição da vacina, a equipa técnica deverá fazer um esforço redobrado para definir o montante a ser alocado por parte do Governo assim como o valor das verbas que os parceiros pretendem financiar.

Segundo a governante, o país pretende, em primeiro lugar, dar prioridade à aquisição das vacinas adquiridas com os 20% doados por parceiros, pelo que o Executivo irá pedir apoio ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF, em inglês) para que seja concretizada a compra da vacina contra a covid-19.

“Aguardamos os preparativos levados a cabo pela OMS para que a vacina seja segura e eficaz para todos nós”, afirmou a ministra, após o encontro com a equipa técnica, em Caicoli, Díli.

A governante referiu ainda que Timor-Leste obterá possivelmente em abril a vacina da AstraZeneca, salientando que terá depois de divulgar informações a toda a população para receber voluntariamente a vacina.

Odete Belo acrescentou que 20% da população, o equivalente a pouco mais de 200 mil pessoas, receberá numa primeira fase a vacina da AstraZeneca.

“Estimámos que dos 20% apenas 3% dizem respeito às equipas da linha da frente”, afirmou.

Recorde-se que a Coordenadora-Geral da Comissão Executiva da Saúde do Surto de Covid-19, Odete Viegas, tinha antes revelado que o Ministério da Saúde (MS) adquiriria com o apoio de parceiros a vacina da AstraZeneca, a mais apropriada para Timor-Leste.

A Coordenadora-Geral tinha, por outro lado, dito que o MS compraria a vacina com o auxílio de parceiros como a Aliança Global para as Vacinas (GAVI, em inglês), Coligação para a Inovação na Preparação para Epidemias (CEPI, em inglês), Organização Mundial de Saúde (OMS) e Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF, em inglês).

Timor-Leste regista desde o início do surgimento do novo coronavírus 77 casos da covid-19, tendo já 53 doentes recuperado.

Notícia relevante: Ministério da Saúde apresenta plano de introdução da vacina da covid-19 em Timor-Leste

Jornalista: Maria Auxiliadora

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here