Reitor do DIT, Álvaro Menezes Amaral.

DÍLI, 04 de março de 2021 (TATOLI) – A Klibur Instituisaun Ensinu Superiór Privada Timor-Leste (KIESPTL) já foi contactada pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura (MESCC) sobre a atribuição das 410 bolsas de estudo para jovens desfavorecidos, no âmbito do regime Hakbiit nestas universidades privadas.

O Diretor-Executivo da KIEPSTL e Reitor do Instituto de Tecnologia de Díli (DIT, em inglês), Álvaro Menezes Amaral, disse que, através destas bolsas, o Governo, nomeadamente o MESCC, mostra confiança na formação em diversas áreas dada pelas universidades privadas aos jovens timorenses.

“Exigimos ao Governo que o regime especial não seja apenas destinado à UNTL. As universidades privadas que já foram acreditadas têm a mesma qualidade da UNTL para formarem os nossos jovens”, afirmou o Reitor do DIT, em Aimutin, Díli.

Segundo o reitor, o DIT dispõe este ano de 50 vagas para jovens desfavorecidos, dez das quais destinadas ao Departamento de Engenharia Civil, dez para Engenharia Mecânica, 15 para Viagens e Turismo e as restantes para o Departamento de Gestão Hoteleira.

“O ensino superior privado fica satisfeito com a política do Governo [relativamente às bolsas de estudo destinadas às universidades privadas]. Claro que as dez universidades privadas terão a sua quota de acordo com a capacidade de cada instituição”, referiu.

De lembrar que o Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura (MESCC) e o Fundo de Desenvolvimento de Capital Humano (FDCH) estão já a preparar a celebração de um acordo com as universidades privadas de Timor-Leste, no âmbito do regime Hakbiit, o programa de bolsas de estudo para jovens desfavorecidos.

O acordo será brevemente celebrado com as universidades privadas.

Também o Ministro do Ensino Superior, Longuinhos dos Santos, lançou recentemente, no âmbito do regime Hakbiit, este programa de bolsas de estudo para jovens desfavorecidos através da assinatura do diploma ministerial que regula todo o processo. O programa será implementado pelo Secretariado Técnico do FDCH em coordenação com outras entidades relevantes.

As bolsas de estudo Hakbiit são destinadas a 910 jovens desfavorecidos, 500 dos quais colocados na Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) e no Instituto Politécnico de Betano (IPB). Os restantes irão para outras universidades privadas.

O FDCH prevê 1,5 milhões de dólares americanos para este programa.

Notícia relevante: MESCC e FDCH efetuam preparação técnica para celebrarem acordo com universidades privadas

Jornalista: Maria Auxiliadora

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here