Imagem da AEJXTL.

DÍLI, 26 de abril de 2021 (TATOLI) – O Governo transportou, por via aérea, apoio humanitário à população afetada pelo desastre natural de 04 de abril do Posto Administrativo de Laclubar no Município de Manatuto.

Segundo o comunicado de imprensa a que a Tatoli teve acesso, a equipa conjunta de transporte de apoio humanitário envolveu o Gabinete do Primeiro-Ministro, os ministérios da Solidariedade Social e Inclusão (MSSI), da Defesa (MD), através das Falintil-Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), do Interior (MI), através do Secretariado de Estado da Proteção Civil (SEPC) e a Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL).

O estabelecimento desta equipa tem como objetivo organizar as operações de voo do helicóptero fretado durante um mês para distribuição de apoio de emergência às vítimas das cheias em Timor-Leste.

O Chefe de Gabinete do Ministério do Interior, Francisco Maia, informou que o apoio humanitário provém do Governo, de agências internacionais e de empresas do setor privado em Timor-Leste.

“Hoje, o Governo transportou apoio de emergência como arroz, mantas, lonas entre outros”, declarou Francisco Maia.

Também o Diretor Nacional de Gestão de Risco de Desastres (DNGRD), Agostinho Cosme Belo, explicou que o apoio humanitário será distribuído pelas 391 famílias afetadas nos seis sucos do posto administrativo de Laclubar.

“Segundo os dados, a Direção Nacional de Gestão de Risco de Desastres (DNGRD) registou 391 agregados familiares, 111 do Suco Orlalan, 126 do suco Batara, 95 do suco Funar, 36 do suco Fatumakerek, 22 do suco Manelima, e um do suco Sananain”, esclareceu o diretor.

Já o Chefe do Suco de Orlalan, Carlos de Alves, mostrou-se satisfeito com o Governo timorense pelo apoio de emergência, pois minimiza o sofrimento da população.

Jornalista: Nelson de Sousa

Editor: Cipriano Colo/ Tradutor: Domingos Piedade Freitas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here