Imagem da Tatoli/Egas Cristovão

DÍLI, 18 de junho de 2021 (TATOLI) – Mais de 500 jovens timorenses usufruíram, só nos últimos cinco anos, do programa de bolsas de estudo do Governo da Indonésia, revelou o Embaixador da Indonésia em Timor-Leste, Sahat Sitorus, à Tatoli, no Farol.

“As pessoas das ilhas de Java e Bali são bem conhecidas de Timor-Leste, porque muitos timorenses estudam na universidade de Udayana, Brawijaya, no Instituto de Tecnologia Sepuluh Nopember (ITS), na universidade Gadjah Mada, no Instituto Agrícola de Bogor (IPB) e em outras universidades. Entre 2016 e 2020, o número de bolseiros timorenses na Indonésia foi de 512. Contudo, durante a pandemia, o programa de bolsas foi prejudicado”, explicou.

De acordo com os dados da Embaixada da Indonésia, das mais de 500 bolsas de estudo, 75 pertencem ao programa Darmasiswa, destinado a estudantes estrangeiros que têm relações diplomáticas com a Indonésia, 18 relacionam-se com a parceria com países em desenvolvimento (KNB) e mais de 419 são bolsas de estudo de outras universidades na Indonésia.

“No ano passado, não oferecemos aos timorenses qualquer bolsa de estudo devido à crise pandémica. No entanto, retomaremos este ano e já selecionámos cinco estudantes para o programa de bolsas de estudo da parceria com países em desenvolvimento (KNB)”, afirmou.

A bolsa Darmasiswa é organizada pelo Ministério da Educação e Cultura, em colaboração com o Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação. Esta bolsa é concedida a estudantes estrangeiros de países que têm relações diplomáticas com a Indonésia para estudar línguas, artes e cultura, durante 10 a 12 meses.

As bolsas de estudo de parceria com países em desenvolvimento (KNB) são oferecidas a estudantes internacionais, de países em desenvolvimento, para cursos de licenciatura, mestrados e doutoramentos em universidades na Indonésia.

As bolsas de estudo universitárias são concedidas por cada faculdade e universidade da Indonésia para os estudantes que preencham os critérios e sejam aprovados na seleção. As bolsas podem ser parciais e integrais, dependendo do programa oferecido.

Jornalista: Afonso do Rosário

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here