Recenseamento eleitoral e atualização base de dados para eleições presidenciais arrancam hoje. Imagem Tatoli/Egas Cristóvão.

DÍLI, 01 de julho de 2021 (TATOLI) – O Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) lançou hoje o recenseamento eleitoral e a atualização da base de dados para as eleições presidenciais em 2022.

O Diretor-Geral do STAE, Acilino Branco, disse que o recenseamento e a atualização em causa abrangem todo o país, nomeadamente os 12 municípios e a Região Administrativa Especial de Oé-Cusse e Ambeno (RAEOA).

“Efetuámos hoje o lançamento. Peço, por isso, a toda a população que se informe sobre este processo. Realizaremos o processo pré-eleitoral durante seis meses”, disse o responsável no seu discurso, no edifício da Comissão Nacional de Eleições (CNE), em Caicoli, Díli.

O dirigente salientou que o STAE e a CNE estão ainda a preparar o processo pré-eleitoral em todo o território, incluindo a divulgação de informação e a logística para as eleições no próximo ano.

“Realizaremos, na próxima semana, o recenseamento de novos eleitores nos postos administrativos. O recenseamento é  obrigatório, segundo a Constituição da República Democrática de Timor-Leste, e tem de ser atualizado em cada eleição, neste caso antes das eleições presidenciais no próximo ano, em março”, referiu.

Também o Ministro da Administração Estatal (MAE), Miguel de Carvalho, agradeceu à CNE e ao STAE pela realização do processo de recenseamento eleitoral e da atualização da base de dados para as eleições presidenciais.

“Quero convidar a todos para colaborarem no processo de recenseamento eleitoral e na atualização da base de dados para as eleições presidenciais”, referiu.

O governante pediu ainda às autoridades locais que auxiliassem a população a fazer o cartão eleitoral, nomeadamente os jovens de 16 anos que ainda não se encontram registados.

Recorde-se que o Governo prevê um montante de cerca de 2 milhões de dólares americanos para aquisição de material eleitoral.

Serão importados materiais de escritório, como tinta, carimbos, impressoras e uniformes para os oficiais das eleições.

Participaram no lançamento do processo de recenseamento eleitoral o Ministro da Administração Estatal (MAE), Miguel Carvalho, o Presidente da Comissão Nacional das Eleições (CNE), Alcino Baris, o Presidente da Autoridade de Díli, as autoridades locais, representantes das forças políticas, parceiros para o desenvolvimento, entre outros.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here