Reunião do Conselho de Ministros. Imagem Tatoli/Egas Cristóvão.

DÍLI, 30 de julho de 2021 (TATOLI) – O Governo impôs o confinamento domiciliário geral da população dos postos administrativos de Ermera e Railaco, no Município de Ermera, entre os dias 31 de julho e 11 de agosto de 2021.

A decisão foi tomada depois da apresentação do ponto de situação epidemiológica em Ermera da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

“Tendo em conta o agravamento da evolução da situação epidémica em Ermera, com um grande aumento do número de casos diagnosticados do SARS-CoV-2 neste município e de modo a acautelar o risco crescente de propagação da covid-19, o Conselho de Ministros aprovou o Resolução do Governo que impõe o confinamento domiciliário geral da população de Ermera e Railaco entre 31 de julho e 11 de agosto de 2021″, disse o governante após a reunião extraordinária do Executivo, no Palácio do Governo, em Díli.

Segundo o governante, impõe-se também o confinamento domiciliário de todas as pessoas que residam ou se encontrem presentemente no município em causa, tendo estas de permanecer nas suas residências ou nos seus locais de alojamento temporário, incluindo centros de acolhimento, exceto nas situações previstas neste diploma, nomeadamente, por razões de saúde, de trabalho, ou para acesso a bens e serviços de primeira necessidade.

“Não estão abrangidos pela imposição de confinamento domiciliário os indivíduos que comprovem a vacinação completa contra a covid-19”, referiu.

O ministro salientou ainda que esta resolução proíbe a circulação de transportes públicos em toda a área do Município de Ermera, em particular microletes, biscotas e angunas, e a realização de atividades religiosas.

“É proibida a organização e realização de cerimónias fúnebres que envolvam a participação de mais de dez pessoas, as quais, durante as referidas cerimónias devem usar máscara facial que cubra as cavidades nasal e bocal e manter a distância de, pelo menos, um metro relativamente a outras pessoas presentes na cerimónia”, explicou.

Segundo Fidélis Magalhães, ficam encerrados ao público todos os estabelecimentos comerciais, industriais, artesanais ou de prestação de serviços, com exceção dos estabelecimentos autorizados nesta resolução do Governo, nomeadamente os estabelecimentos de venda de bens alimentares, de eletricidade, de telecomunicações, de prestação de cuidados médicos, farmácias, postos de combustível e instituições financeiras.

Os restaurantes podem continuar a fornecer refeições, mas em regime de entrega ao domicílio, assim como os restantes estabelecimentos que fiquem encerrados ao público.

O governante adiantou ainda que esta resolução permite a atividade de vendedores ambulantes de bens alimentares e de outros bens de primeira necessidade.

“Os mercados do Município de Ermera mantêm-se em funcionamento, entre as 6 e as 18 horas”, concluiu.

O Governo aprovou ainda uma deliberação com o objetivo de orientar a Ministra da Saúde, Odete Belo, e todos os departamentos responsáveis pela campanha de vacinação, para que sejam mobilizados todos os recursos necessários para intensificar o número diário de inoculações na área do Município de Ermera e aumentar a percentagem da população vacinada neste município.

Ermera regista atualmente 349 casos ativos, 145 recuperações e 494 casos confirmados.

O país reporta, até à data, 867 infeções ativas do novo coronavírus, 10.695 casos confirmados, 26 óbitos e 9.802 recuperações desde o surgimento do vírus.

Notícia relevante: Ermera e Díli com cerca sanitária até 12 de agosto

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here