DÍLI, 04 de agosto de 2021 (TATOLI) – O Executivo aprovou o projeto de Resolução do Governo que impõe cerca sanitária nas áreas abrangidas pelo Suco Naimeco, no Posto Administrativo de Pante Macassar, e pelo Suco Bobometo, no Posto Administrativo de Oesilo, na Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA).

A cerca sanitária vigora entre as 00h00 do dia 05 de agosto de 2021 e as 23h59 do dia 18 de agosto de 2021.

De acordo com as declarações de Fidélis Magalhães após a reunião do Executivo, o Conselho de Ministros aprovou hoje o projeto de resolução para impor cerca sanitária seguindo a proposta da autoridade da RAEOA, com a duração de duas semanas. A decisão do Conselho de Ministros deve-se ao aumento do número de casos na RAEOA.

Segundo os dados do Centro Integrado de Gestão de Crise, a região regista atualmente cinco casos positivos do novo coronavírus.

O governante salientou ainda que a imposição da cerca sanitária  proíbe a circulação de pessoas entre as referidas áreas, exceto em casos devidamente fundamentados por razões de segurança e sáude públicas, assistência humanitária, manutenção dos sistemas de abastecimento público ou de realização de atividades do interesse público.

“Não estão abrangidos por esta interdição de circulação os indivíduos que comprovem a vacinação completa contra a covid-19, bem como os menores de seis anos que os acompanhem”, concluiu.

O ministro pediu à população de Oé-Cusse que continuasse a cumprir as regras da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS).

O país reporta atualmente 1.084 infeções ativas do novo coronavírus, 11.100 casos confirmados, 26 óbitos e 9.990 recuperações desde o surgimento do vírus.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here