DÍLI, 31 de agosto de 2021 (TATOLI) – A Menzies, uma escola australiana de investigação na área da saúde, vai liderar um projeto de diagnóstico e vigilância de doenças infeciosas (MATCH TL, sigla em inglês) como a sida, tuberculose e covid-19 em Timor-Leste.

Segundo a nota, foi desenvolvida uma nova iniciativa para melhorar o diagnóstico e a vigilância de doenças infeciosas no país, em parceria com o Ministério da Saúde timorense, nomeadamente com o Laboratório Nacional (LN) e o Departamento de Controlo de Doenças do ministério.

O responsável pelos projetos da Menzies Timor-Leste, Josh Francis, disse que o MATCH TL ajudará a diminuir a taxa de morbilidade e mortalidade por doenças infeciosas endémicas no país.

“O projeto MATCH TL trabalhará em estreita colaboração com o Ministério da Saúde de Timor-Leste para melhorar o acesso e a qualidade dos testes de diagnóstico laboratorial de malária, tuberculose, covid-19 e VIH/SIDA no país”, afirma.

“As respostas da saúde pública à malária, TB, covid-19 e VIH encontram muitos desafios, incluindo o acesso a testes laboratoriais. Esta nova iniciativa vai ajudar a melhorar o controlo das doenças e a fortalecer o sistema de saúde em Timor-Leste”, acrescenta.

Também o Diretor Executivo do Laboratório Nacional de Timor-Leste, Endang da Silva, disse que a colaboração com o projeto MATCH TL da Menzies permitirá fortalecer a capacidade do LN.

“O apoio e a colaboração dos nossos parceiros de saúde ao LN tem sido capaz de superar os desafios. Confiamos que o investimento da Menzies irá fortalecer a capacidade do LN para estar mais preparado no futuro”, afirmou.

A Embaixadora da Austrália para a Segurança Regional de Saúde, Stephanie Williams, manterá as parcerias técnicas entre especialistas de instituições de classe mundial da Austrália e as suas contrapartes regionais.

“A doação foi projetada para aumentar o impacto do trabalho do Fundo Global na nossa região por meio do fortalecimento da capacidade de laboratórios dos países para realizar as tarefas fundamentais de testagem e diagnóstico”, disse.

A verba é disponibilizada pelo Governo da Austrália, no valor de 242 milhões de dólares australianos, através do Fundo Global, inserida na luta contra o VIH/SIDA, a tuberculose e a malária.

Jornalista: Jesuína Xavier

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here