Defensor Público Germano Guterres. Imagem TATOLI/Natalino Belo.

DÍLI, 16 de setembro de 2021 (TATOLI) – O Tribunal Distrital de Baucau começou a julgar o ex-Presidente da Autoridade Municipal de Baucau acusado de administração danosa, crime previsto no artigo 274.º do Código Penal.

Sentam-se também no banco dos réus seis técnicos desta Autoridade Municipal.  O caso remonta a 2013 e está relacionado com o projeto de reabilitação da estrada de Uakala, no Posto Administrativo de Baguia.

Os arguidos não terão cumprido os deveres contratuais na reabilitação dos 10 quilómetros da estrada.

Segundo o Defensor Público Germano Guterres, o projeto já foi pago e os arguidos são acusados de causar um prejuízo ao Estado  no valor de 77.478 dólares americanos.

“Acompanharemos este processo, pois, segundo a defesa, a empresa tem de ser envolvida, mas o Ministério Público não deduziu acusação contra a construtora”, disse o Defensor Público.

O coletivo de juízes é formado por Maria Modesta, José Escurial e Sribuana da Costa. Representa o Ministério Público João Marques e os arguidos têm assistência legal de José Maria Guterres, José de Lima e Germano Guterres Ramos.

Jornalista: Natalino Belo

Editor: Julia Chatarina/Tradutor: Domingos Piedade Freitas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here