PDHJ da RAEOA divulga informação sobre direitos humanos e boa governação junto da população. Imagem Tatoli/Abílio Elo Nini.

OÉ-CUSSE, 17 de setembro de 2021 (TATOLI) – A Provedoria dos Direitos Humanos e Justiça (PDHJ) da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA) realizou a ação de informação “Participação da comunidade na proteção e na promoção dos direitos humanos e da boa governação em Timor-Leste” junto dos habitantes da aldeia de Noafato, no suco de Cunha, sub-região de Pante Macassar.

“O objetivo da disseminação de informação é aprofundar o conhecimento da comunidade sobre a proteção dos direitos humanos e prevenção da má administração para promoção de uma boa governação”, disse o Diretor da PDHJ da RAEOA, Paulo Ribeiro, à Agência Tatoli, em Oé-Cusse.

Segundo o dirigente, a população, os professores e os estudantes foram também informados sobre a lei da violência doméstica e o tráfico humano, bem como sobre a possibilidade de apresentação de queixa às autoridades.

O diretor recordou que as ações de informação foram suspensas entre janeiro e agosto deste ano por causa do novo coronavírus. No entanto, a provedoria decidiu, neste mês, divulgar informação no suco de Nipani e de Cunha, na Subregião de Pante Makasar.

Paulo Ribeiro lembrou ainda que a provedoria já divulgou informação em 18 sucos isolados.

“A disseminação de informação da PDHJ da RAEOA sobre a promoção dos direitos humanos e boa governação junto da população reduziu o número de queixas de violação e melhorou o conhecimento da população do enclave”, referiu.

O Chefe do Suco de Cunha, Domingos Seco Caunan, agradeceu, por sua vez, à PDHJ a divulgação de informação na RAEOA.

Jornalista: Abílio Elo Nini

Editor: Câncio Ximenes/Tradutor: Domingos Piedade Freitas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here