Conselho de Ministros. Imagem Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 22 de setembro de 2021 (TATOLI) – O Governo vai propor ao Presidente da República, Francisco Guterres Lú Olo, a renovação do estado de emergência por mais 30 dias.

O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães, disse que a resolução relativa ao 18.º estado de emergência foi tomada após a análise da apresentação do ponto de situação epidemiológica da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crises (CIGC).

“O objetivo do prolongamento da declaração do estado de emergência e das suas renovações é evitar e neutralizar os riscos de propagação de novas estirpes do SARS-CoV-2 para assim proteger a saúde pública e a capacidade de resposta do Sistema Nacional de Saúde”, disse o porta-voz do Governo, após a reunião do Conselho de Ministros, no Palácio do Governo, em Díli.

A renovação do estado de emergência suspende a restrição de alguns direitos e garantias fundamentais.

Recorde-se que o Parlamento Nacional autorizou, a 24 de agosto, o Presidente da República, a decretar o 17.º estado de emergência em Timor-Leste por mais 30 dias para fazer face à crise sanitária provocada pela covid-19, sobretudo à propagação da variante Delta.

O primeiro estado de emergência começou em março de 2020, quando surgiu o primeiro caso do novo coronavírus no país.

Timor-Leste reporta atualmente 1.319 infeções ativas do novo coronavírus, 19.125 casos confirmados, 107 óbitos e 17.699 recuperações desde o surgimento do vírus.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here