Imagem Tatoli/António Gonçalves.

DÍLI, 23 de setembro de 2021 (TATOLI) – O Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, pediu ao Ministro da Agricultura e Pescas (MAP), Pedro dos Reis, que este ministério garantisse a produção alimentar para o subsídio mensal de alimentos aos funcionários públicos.

“O Chefe do Governo está preocupado com o subsídio de alimentos atribuído aos funcionários. Informei-o da preparação do MAP relativamente a esta questão. Enquanto  responsável por esta área, o ministério vai aumentar a produção agrícola”, disse o governante, após o encontro com Matan Ruak, no Palácio do Governo, em Díli.

O MAP e  os agricultores querem garantir um aumento de produção através do programa do Executivo “Povo Kuda no Governo Sosa”.

Segundo o governante, o MAP regista atualmente 80 mil arrozais em todo o território, a maioria situada em Maliana, no Município de Bobonaro, bem como no Posto Administrativo de Uatulari, em Viqueque.

É de lembrar que o Governo aprovou já a criação do subsídio mensal de alimentos para os funcionários públicos.

Este subsídio consiste numa prestação em géneros que pretende reduzir a despesa com a aquisição de alimentos e de refeições e, ao mesmo tempo, promover a aquisição de produtos agrícolas dos produtores nacionais, incentivando o aumento da produtividade do setor agrícola.

O Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães disse que compete ao Centro Logístico Nacional a aquisição, gestão e armazenamento dos produtos, bem como a sua distribuição pelos respetivos órgãos e serviços.

Com esta aprovação, os funcionários públicos terão mensalmente direito a 35 quilogramas de arroz, cinco quilogramas de milho, feijão e feijão-mungo, bem como a dois quilogramas de soja.

O governante salientou também que, quando não há produtos locais disponíveis, estes poderão ser substituídos por outros com o mesmo valor. A entrega será trimestral e realizada pelos órgãos e serviços onde os beneficiários trabalham.

“O objetivo principal é comprar os produtos dos agricultores”, realçou.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here