O Segundo Comandante da Operação da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC), o Brigadeiro-General João Miranda ‘Aluc Descartes’.

DÍLI, 23 de setembro de 2021 (TATOLI) – O Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, e o Segundo Comandante da Operação da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC), o Brigadeiro-General João Miranda ‘Aluc Descartes’, discutiram hoje o levantamento da cerca sanitária na capital.

“Abordámos a situação atual da covid-19 em Timor-Leste. Informei o Primeiro-Ministro sobre a redução do número de casos desta doença graças à administração da vacina no país. Se esta situação se mantiver, o Governo, provavelmente, levantará  a cerca sanitária em Díli na próxima reunião do Conselho de Ministros”, adiantou o governante, após o encontro com Matan Ruak, no Palácio do Governo, em Díli.

‘Aluc Descartes’ reiterou ainda que o Chefe do Governo pretende levantar a cerca sanitária na capital caso a situação atual se mantenha ou, sobretudo, se houver redução do número de casos.

Recorde-se que o Executivo mantém a cerca sanitária na capital, mas levantou-a ontem nos municípios de Baucau, Covalima e Ermera.

A decisão foi tomada com base na apresentação do CIGC. Além disso, os profissionais de saúde consideram positivo o aumento da vacinação nas semanas anteriores.

No que toca à cerca sanitária na capital, continua proibida a circulação de pessoas entre Díli e os restantes municípios, salvo em casos em que são apresentadas razões de segurança e saúde pública, assistência humanitária, manutenção dos sistemas de abastecimento ou de realização de atividades do interesse público.

O país reporta atualmente 1.274 infeções ativas do novo coronavírus, 19.206 casos confirmados, 108 óbitos e 17.824 recuperações desde o surgimento do vírus.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here