Imagem facebook ex-Presidente da República, Ramos Horta.

DÍLI, 07 de outubro de 2021 (TATOLI) – O ex-Presidente da República, José Ramos Horta, deu a conhecer o café timorense ao Papa Francisco na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

“Após o término do encontro formal entre a equipa do Júri do Prémio Zayed para a Fraternidade Humana e o Papa Francisco, achei que era o momento de  promover o Café de Timor ao Santo Padre”, pode ler-se na publicação de Ramos Horta na sua página do Facebook.

Segundo a publicação, o premiado Nobel da Paz começou por saudar o Papa Francisco em espanhol e pediu-lhe para provar o sabor do café orgânico de Timor-Leste.

Ramos Horta também sugeriu ao Papa Francisco que bebesse apenas café de Timor, que considera um dos melhores do mundo, melhor do que o café do Brasil e da Colômbia.

Ramos Horta encontra-se na Santa Sé por ser um dos cinco Membros do Júri do Prémio Zayed para a Fraternidade Humana, que é constituído por cinco personalidades representativas das grandes religiões e regiões do mundo.

O prémio foi criado na sequência do encontro histórico, a 4 de fevereiro de 2019, em Abu Dhabi, entre o Papa Francisco e o Grão Imame de Al-Azhar, Professor Ahmad Al-Tayyeb.

Jornalista: Afonso do Rosário

Editor: Zezito Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here