SEII lança estratégia para estimular participação de mulheres nas eleições. Imagem TATOLI/Egas Cristóvão.

DÍLI, 26 de outubro de 2021 (TATOLI) – A Secretaria de Estado da Igualdade e Inclusão (SEII) lançou hoje um quadro estratégico que permite incentivar a participação das mulheres nas eleições.

“O lançamento visa criar equipas que vão levar a cabo várias atividades, tanto a nível nacional como municipal, recorrendo ao quadro estratégico para motivar as mulheres  e pessoas com deficiência a envolverem-se nas eleições”, afirmou a Secretária de Estado da Igualdade e Inclusão, Maria José Fonseca, no lançamento do grupo de trabalho de mulher para o futuro líder e do quadro estratégico, no âmbito do seminário sob o tema “Processo eleitoral seguro e democrático para uma participação inclusiva”, em Delta Nova, Díli.

A governante defende ainda a importância do envolvimento das mulheres e de pessoas com deficiência na vida política.

Fazem parte do plano estratégico vários aspetos, entre os quais elevar a capacidade das mulheres, promover o orçamento sensível ao género – tal como disponibilidade de infraestruturas adequadas a pessoas com deficiência -, bem como consolidar e aumentar o número de mulheres em posições de liderança comunitária e na vida política.

A nova estratégia pretende ainda fomentar a prática de uma cultura sensível ao género e inclusiva, promovendo a difusão de reportagens sensíveis ao género por parte dos meios de comunicação social timorenses, assim como garantir a segurança na candidatura de mulheres a qualquer posição.

Já o representante de pessoas com deficiência Gaspar Afonso disse que o Governo deve criar condições adequadas e acessíveis para que os portadores de deficiência possam exercer o seu direito de voto em segredo.

“As pessoas com deficiência têm estado acompanhadas em todas as eleições. Isto não nos garante o segredo na votação. O nosso voto não é secreto se estivermos sempre acompanhados pela família ou colega”, lamentou.

A atividade contou também com a presença dos parceiros nacionais e internacionais, instituições do Estado e representantes das embaixadas em Timor-Leste.

Jornalista: Jesuína Xavier

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here