O presidente do CCLN, Vidal de Jesus “Reak Leman”.

DÍLI, 29 de novembro de 2021 (TATOLI) – O Presidente do Conselho dos Combatentes da Libertação Nacional (CCLN), Vidal de Jesus ‘Riak Leman’, concordou com a ideia dos veteranos de Baucau e da família do Vice-Chefe do Estado-Maior das FALINTIL, o comandante David Alex ‘Daitula’, de construir um monumento e transformar o seu esconderijo na aldeia de Woraiteti, no suco de Caibada, em Baucau, numa atração turística de valor histórico.

“O Governo precisa de desenvolver o esconderijo de Daitula como sítio turístico e construir um monumento de modo a valorizar e atrair turistas nacionais e internacionais”, disse o presidente à Tatoli, no seu local de trabalho, em Caicoli, Díli.

Riak Leman afirmou ainda que a construção do sítio em causa é da competência do Governo.

Já o Secretário de Estado dos Antigos Combatentes da Libertação Nacional, Gil da Costa ‘Oan Soru’, realçou que o Governo recebeu a proposta dos veteranos de Baucau para preservar o sítio onde o comandante Daitula foi capturado.

“Os nossos veteranos de Baucau apresentaram uma proposta para a preservação do esconderijo de Daitula. No entanto,  atualmente não dispomos de orçamento. Por isso, não me posso comprometer com a população e os veteranos de Baucau com uma data exata de início deste projeto”, concluiu.

É de lembrar que os veteranos de Baucau e a família do comandante David Alex ‘Daitula’ pediram ao Governo a construção de um monumento e a transformação do seu esconderijo numa atração turística histórica.

Amaro Freitas ‘Lacy Kati’, veterano da região II, considera que a construção do monumento valorizaria a contribuição de ‘Daitula’ para a luta de Timor-Leste.

“O Governo observou hoje o local [esconderijo de Daitula]. Esperamos que o possa desenvolver. Pedimos ainda a construção [de um monumento] para que os veteranos possam realizar anualmente uma reflexão”, apelou o veterano, no âmbito da comemoração do 46.º aniversário da Proclamação da Independência de Timor-Leste, numa atividade de reflexão no local onde o comandante foi capturado.

Já Alarico ‘Daitula’, filho de ‘Daitula’, se mostra insatisfeito com o facto de ainda não terem sido encontrados os restos mortais do pai e de os governantes não ouvirem os seus pedidos.

“Pedi ao Governo que dignificasse este lugar, transformando-o numa atração turística, e construísse um monumento em homenagem a ‘Daitula’. Contudo, não se preocupa, apesar das minhas propostas diretas e indiretas”, lamenta.

O filho do comandante espera que, caso o Executivo não avance, o povo e os veteranos da frente clandestina de Baucau tomem a iniciativa de construir o monumento em Caibada.

Também o Chefe do Suco de Caibada, José Agapito Soares, defende a construção do monumento e a transformação em local turístico e lembra a necessidade de melhores infraestruturas.

Notícia relevante: Veteranos e família pedem a Governo transformação de esconderijo de ‘Daitula’ em atração turística

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here