DÍLI, 12 de janeiro de 2022 (TATOLI) – O Presidente da Autoridade da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA), Arsénio Paixão Bano, e o Terceiro Secretário da Embaixada de Cuba, José Ernesto Díaz Pérez, realizaram esta quarta-feira uma reunião oficial para reforço das relações de cooperação no setor da saúde.

O Presidente da Autoridade da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA), Arsénio Paixão Bano, realçou que a reunião teve como objetivo o reforço da cooperação, pois, no mandato do ex-Presidente, Marí Alkatiri, tinha já sido celebrado um acordo com Cuba para investimento nos recursos humanos do setor da saúde.

O governante acrescentou que, no ano anterior, a Autoridade da RAEOA realizou encontros com o Ministério das Finanças, da Saúde e a Organização Mundial de Saúde (OMS) para discussão sobre investimentos no setor da saúde, pois a RAEOA está empenhada em transformar o Hospital de Referência de Oé-Cusse numa alternativa para cuidados especializados.

“Pedimos-lhes que reforcem a cooperação que tínhamos anteriormente para providenciar assistência técnica em todas as áreas, incluindo ao sistema de saúde em Oé-Cusse, pois a autoridade da RAEOA está a iniciar a construção de instalações de saúde: uma unidade de cuidados intensivos, bancos de sangue e salas de isolamento para garantir o atendimento dos pacientes”, realçou Arsénio Paixão Bano à Tatoli, via telemóvel.

O executivo referiu que, durante a reunião, o Terceiro Secretário da Embaixada de Cuba, José Ernesto Díaz Pérez, se mostrou satisfeito e otimista em relação à cooperação, que considera pertinente para auxiliar a autoridade da REAOA nos setores prioritários.

Segundo os dados da embaixada, encontram-se atualmente em Timor-Leste 1.503 médicos cubanos. Deste modo, é provável que esta colaboração possa ajudar a RAEOA em diversos aspetos, incluindo equipamentos de tecnologia médica.

Entretanto, o Secretário Regional dos assuntos da saúde, Manuel da Costa, revelou que se encontram atualmente 11 profissionais de saúde cubanos a prestarem cuidados médicos no Hospital de Referência de Oé-Cusse, entre pediatras, obstetras, técnicos de laboratório e médicos de clínica geral.

Jornalista: Abílio Elo Nini

Editor: Evaristo Soares Martins/Tradutor: Afonso do Rosário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here